BERNARDI SE SOLIDARIZA COM O JORNALISTA CELSO NASCIMENTO

jorge ipmcO vereador Jorge Bernardi se solidariza com o jornalista Celso Nascimento da Gazeta, condenado denunciar o atraso no parecer do Metrô. (Foto: Marcos Takalhara)

 

 

O vereador Jorge Bernardi (Rede), líder da oposição na Câmara Municipal de Curitiba, somou-se às mais de cem organizações de classe e líderes de diferentes áreas, no repúdio à decisão do juiz Plínio Augusto Penteado de Carvalho, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, que condenou o  jornalista Celso Nascimento, da “Gazeta do Povo”, a nove meses e dez dias de prisão, substituídos em função de o colunista ter mais de 70 anos de idade, pelo pagamento de multa de 10 salários mínimos. Na decisão, o juiz ainda suspendeu os direitos políticos do jornalista. Para Bernardi, a sentença de primeira instância, é "um verdadeiro atentado contra a liberdade de expressão, a liberdade de informar e a de questionar".

Atentado à liberdade de expressão

A razão da condenação do jornalista foi por causa de um artigo que ele fez denunciando a demora de um parecer do Tribunal de Contas referente ao edital para construção do metrô em Curitiba. Segundo Nascimento, o atraso no deveu-se a uma ação deliberada do  conselheiro Ivan Bonilha. No artigo, o jornalista ainda acrescentou que a demora foi porque o conselheiro "agiu em provável cumprimento de seu vínculo com o governador Beto Richa". Bonilha, então, recorreu à Justiça, denunciando o colunista da "Gazeta" por calúnia e difamação. O juiz acatou a tese do advogado do conselheiro e condenou de maneira inusitada o jornalista.

Para Bernardi, a sentença "é um atentado à liberdade de expressão". O vereador, que é jornalista por formação, ainda se questiona: Diante dessa decisão, qual a função do profissional de imprensa? Ele lembra do caso "Watergate", que acabou derrubando o presidente Richard Nixon, nos Estados Unidos, no início da década de 1970, no qual os jornalistas do "Washington Post" foram os protagonistas nas denúncias. "O interesse público está acima do interesse particular e de possíveis mágoas causadas pelo conteúdo jornalístico", acrescentou o vereador. E no caso de Celso Nascimento, ele tem toda a razão em denunciar o atraso num parecer que envolve interesses vários, incluindo milhões de reais destinados ao Metrô de Curitiba. Bernardi também lamenta que o Ministério Público tenha ficado ao lado do juiz e contra o jornalista, a liberdade de expressão e a sociedade como um todo.

prof. Reginaldo Polesi

Mais Lidas